Mostrar Mais

O que dizem

Carolina Papini Silvestrini

- psicóloga com abordagem bioenergética, improvisadora na segunda turma da Formação Contato.

       Um espaço para quem busca autoconhecimento e desenvolvimento da consciência corporal. A Marília possui grande sensibilidade para a análise e escuta do corpo de cada um, reconhece potencialidades e limites que são trabalhados de forma gradual, resultando em corpos mais vivos e vibrantes.Um espaço de educação e diversão. É uma alegria fazer parte de um grupo de formação, recomendo 100%.

Andressa Boel, artista visual e estudante no curso de doutorado na Unicamp. Em Uberlândia, é do grupo de performances e ações urbanas Strondum.

       Fiquei imensamente feliz por poder vivenciar esse primeiro encontro com o Contato e Improvisação e com os View Points no curso proporcionado pela Marília e pela Ana Flávia. Foram momentos de intensos estudos corporais, concentração e diversão com o grupo que fez parte da residência. Recomendo o curso para os amigos e espero poder participar de próximos momentos! 

Rafael Barzagli Oliveira - bailarino, coordenador do grupo de dança da PUCCAMP.

A 'Oficina Contato improvisação e Viewpoints' foi pra mim uma grande sacada, uma vez que já conhecia as duas abordagens de construção de pensamentos cinéticos, cada qual com suas prerrogativas únicas. O primeiro com uma abordagem de experiência sensório/motora e muitas vezes afetiva, propõe um enraizamento no presente através dessa percepção do seu eu total (seja lá como cada qual se relaciona com seu eu) e no segundo, o mesmo enraizamento no presente se faz explícito nas mais variadas formas de improvisação, com recursos metodológicos que privilegiam a construção cênica fresca, renovada, sem hierarquia, fazendo com que questionemos vontade e necessidade em um grupo. Mirando a chegada mas sem pressa e sem expectativas exageradas ou negligenciadas, acredito que o caminho que essas duas abordagens ao colidirem em mim sugeriram mais uma vez essa potência que o corpo por si e em relação pode ter e realizar, com multiplicidade de discursos, posições e experiências.

Isabel Odenheimer Barros, jornalista e pós graduada em interpretação para Teatro Musical.

  Eu sou jornalista com alguma experiência na área do teatro musical. Pra mim, o workshop de Contato Improvisação e ViewPoints veio como uma forma de me enxergar como corpo criador e principalmente trabalhar a minha desconstrução e tudo o que eu posso trazer de novo pra cena. No teatro musical muitas vezes trabalhamos com padrões estéticos pré-determinados, então foi muito libertador trabalhar dessa forma. As improvisações foram muito bem conduzidas pelas professoras e o processo foi muito enriquecedor como um todo, provocando reflexões no meu trabalho até hoje.

Camila Torato Lopes, graduanda em Arquitetura e Urbanismo na UNICAMP, estuda e pratica Contato Improvisação com a Marília Carneiro desde 2014.

    Todos os momentos em que pratico Contato Improvisação no chão de dança da Mucíná constituem experiências únicas. Com o tempo de prática (desde 2014) percebi que Consciência corporal, Concentração, Comunicação, Presença e Diversão são de fundamental importância para meu crescimento pessoal e profissional. Além disso, uma vontade grande de buscar conhecimento e experimentar começou a surgir em mim, tanto no contexto da própria prática de Contato Improvisação quanto em outros tempo-espaço da minha rotina. Para essa percepção foi fundamental a metodologia específica utilizada pela Marília Carneiro, quem orienta as atividades. De início houve uma grande contribuição terapêutica para meu auto-conhecimento e auto-estima. Posteriormente, cresceu a curiosidade e vontade de obter maior bagagem técnica para aprimorar o corpo e assim poder aproveitar mais as danças, me divertir mais, explorar mais. O contato com materias que Marília utiliza em sua metodologia, como os de Steve Paxton, Nancy Stark Smith, Ivaldo Bertazzo e Alito Alessi foi fundamental para esse meu aprimoramento. Depois de dizer tudo isso, eu só poderia recomendar para qualquer pessoa que queira viver melhor, a experiência com a Mucíná. Ainda mais, para quem quer aprofundar estudos e práticas no campo do corpo. Quero mais. Vamos dançar!

Lucas Rosseto, músico, pianista, compositor, educador e improvisador de sons e movimentos. Graduando em Piano Popular na UNICAMP e, desde 2014, estudando CI sob a orientação da Marília Carneiro. 

   O curso RePedaCI - Reflexões Pedagógicas em Contato Improvisação - que fiz em 2017, foi extremamente significativo na minha formação como improvisador, como educador e como ser sensível e pensante. Foram reflexões que, além de me proporcionarem o conhecimento de camadas estruturantes do CI, tanto da forma dançada quanto do movimento artístico sob um prisma mais panorâmico, o que até então eu experimentava apenas num nível tácito, possibilitaram que eu empreendesse em outras atividades profissionais/pessoais os conceitos aprendidos ao longo desse curso. A qualidade da orientação e do processo pedagógico do curso, tecido impecavelmente pela profa. Marília Carneiro, são reflexos de seu zelo e da consistência de seu trabalho. O que mais me marcou nesse curso foi o caráter prático da aprendizagem: nós refletíamos e levantávamos materiais sobre minhas dúvidas concretas, vindas da prática de ensino com uma turma de iniciantes em CI. Recomendo fortemente a quem queira se aprofundar no corpo, na pedagogia, no Contato Improvisação, na história da arte, no processo grupal de ensino e aprendizagem, entre outras inúmeras pontes que se pode fazer entre esse trabalho e outras áreas do conhecimento.

Janaína Moraes Franco, movedora entre espaços, natural de Aracaju, Sergipe, improvisadora da primeira turma da Formação Contato.

       Mucíná, aquela que dança, é um exemplo na propagação do Contato Improvisação! Aquela que dança e inspira a gente a dançar. Inspirador pra quem busca referências em dança e na pesquisa! 

  • Facebook - Círculo Branco
  • Branca Ícone Instagram

Follow us

contato@mucina.com.br Campinas SP São Paulo Brasil

 

©2019 Mucíná - Aquela que Dança

Com muito LOVE de Campinas/SP

Para várias partes do mundo