conato improvisacao formacao
Para ser notificadx sobre a TURMA 4 veja abaixo!
Curso Extensivo de 
Treinamento e Pesquisa em CONTACT IMPROVISATION
Desde 2017 - 2 anos de duração
Coordenação pedagógica e metodologia:
Profa. Dra. Marília Carneiro
O QUE É A FORMAÇÃO CONTATO?​​​

Uma aposta firme na formação continuada e consequente em Contact Improvisation (Steve Paxton).

Está focada no conhecimento profundo dos princípios, guardando ainda o tempo para cultivar a descoberta de seus múltiplos enfoques e aplicações, assim como a participação ativa no desenvolvimento da forma dançada do CI.

O CI é uma prática com múltiplas aplicações e benefícios, muito amplos e diversos tanto para profissionais da Dança e do movimento, como para qualquer pessoa interessada em conhecer e desfrutar de sua fisicalidade e das possibilidades que improvisar com outros oferece.

A Formação dará ferramentas para uma compreensão profunda e pessoal do CI, permitindo um posterior desenvolvimento enriquecido e integral da prática, nos âmbitos que mais interessarem à participante em um nível mais pessoal.

IDEALIZAÇÃO:

A FORMAÇÃO é um projeto da Profa. Dra. Marília Carneiro, doutora em Educação, Conhecimento, Linguagem e Arte pela Faculdade de Educação da Unicamp com estágio de pesquisa no Doctorat en études et pratiques des Arts, na UQAM, no Canadá e na Escola de Comunicação e Artes da UEM, em Moçambique. Diretora da Plataforma Interdisciplinar de Ensino e Pesquisa em Prática Artística Mucíná – Aquela que Dança, vislumbrou a FORMAÇÃO como desdobramento dos 7 anos de desenvolvimento de pedagogia especializada em Contact Improvisation (Steve Paxton), na Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) e do curso Reflexões Pedagógicas em Contact Improv, criado por ela para ensinar uma primeira pessoa a prática pedagógica, em 2016. A estrutura curricular da Formación Contact que conhecemos em Madri, na Espanha, foi nossa inspiração em 2017. 

Os 7 anos de oficinas na UNICAMP e o curso Reflexões Pedagógicas em Contact Improv foram as sementes da FORMAÇÃO, que em 2020 inicia a turma número 4!
OBJETIVOS:
  • Combinar o estudo sistemático dos princípios básicos gerais do CI com trabalho corporal técnico específico que permita uma melhor experiência do movimento e da forma dança do CI.

  • Oferecer uma formação eminentemente prática, localizando-a em um marco que a contextualiza teórica e historicamente.

  • A(o) participante vai entender corporalmente o material, e também descobrir suas origens, desenvolvimento, influências e estado atual, ganhando uma perspectiva atualizada do CI em termos da História da Arte.

  • Fomentar a participação reflexiva, garantindo espaços para diálogo e intercâmbio, tanto presencialmente como através de meios virtuais criados para isto.

  • Fomentar o desenvolvimento de atividades ligadas à formação através da colaboração com outros programas de formação, universidades e festivais ou comunidades implicadas no desenvolvimento e difusão do CI no Brasil e no exterior, principalmente África Austral.

A QUEM SE DESTINA?

A Formação garante conhecimento e manejo de técnicas ligadas ao CI, o desenvolvimento de habilidades básicas para gestão e dinamização de grupos, a comunicação não verbal, a análise e observação do movimento, a aquisição de vocabulário e linguagem especializados para fazer referência ao corpo e ao movimento, o conhecimento vivencial de anatomia, fisiologia e biomecânica humanas e suas aplicações na dança através de CI.

 

Estas habilidades são especialmente relevantes para: profissionais e estudantes de Dança, Educação Física, Pedagogia, Esportes, Artes Marciais, Terapias Manuais, Terapias Corporais, Arquitetura, Psicoterapia e qualquer âmbito das Artes da Cena (Dança, Teatro, Performance, Música) e do movimento, assim como qualquer pessoa interessada em conhecer e aprofundar no movimento, independentemente da bagagem que traz consigo. CI é um estudo do movimento, qualquer pessoa que se interesse pelo movimento humano vai aproveitar os insights e desdobramentos que surgem da prática.

 

Faremos uma entrada sistematizada na forma dançada do CI. Iniciantes são bem vindxs, assim como dançarinas experientes. Pessoas de quaisquer áreas do conhecimento podem participar.

Nas turmas 1, 2 e 3 da Formação tem gente que viaja (ou viajava) de Brasília/DF, Ouro Preto/MG, Uberlândia/MG, Lorena/SP, São Paulo/SP, Limeira/SP, Rio Claro/SP, Rio de Janeiro/RJ, Itupeva/MG, Juiz de Fora/MG, Niterói/RJ, Goiânia/GO, São José dos Campos/SP e Campinas/SP. O grupo é interdisciplinar, com maioria de jovens e também experientes profissionais da Dança, além de gente da Universidade (professores e estudantes), da Psicologia, do Teatro, da Performance, das Artes Visuais, da Letras, da Música e da Arquitetura. Tem gente graduada, pós graduada, graduando, pós graduando, e gente que largou a faculdade. Todo mundo tem espírito de comprometimento com o aprendizado e está interessado em ampliar seus horizontes de forma consistente e aprimorar o seu currículo e suas capacidades pessoais. Só tem gente muito legal.

Convidamos:​
 

  • Estudantes de Dança de todas as idades e jovens profissionais da Dança que querem em primeira mão conhecer a forma dançada, marco na História da Dança do século XX.
     

  • Pessoas de qualquer área que queira conhecer uma prática física revitalizante e questionadora, permitindo amplo campo de descobertas.
     

  • Pessoas que apreciam movimentos de vanguarda.

  • Pessoas que há muito tempo querem conhecer o CI, mas que até hoje não tiveram como ir até os centros onde a prática está mais difundida (veja aqui uma lista não exaustiva no território nacional: site cibr).
     

  • Grupos de Dança que querem apostar numa formação continuada para o elenco ou parte dele.
     

  • Pessoas das cidades do entorno de Campinas, que facilmente podem chegar até aqui, que coordenam escola de Dança ou dão aulas em escolas de Dança.
     

  • Pessoas que moram em Barão Geraldo e cidades próximas, que estudam na Unicamp, na PUC, na USP ou outras universidades, na graduação, mestrado, doutorado, pós doutorado, docência e pesquisa acadêmica e querem adentrar à prática do CI.
     

  • Bailarinxs maduras, com mais de 10 anos de experiência profissional, que querem fazer uma entrada na forma dançada do Contact e desdobrarão os aprendizados em suas próprias aulas e companhias artísticas.

Pessoas de todas as gerações, com todo tipo de corpo e nível de experiência são bem vindxs. A prática do CI se vale da diversidade dos corpos para seu desenvolvimento.

Fotos dos módulos de 2018 e 2019 da Formação Contato.

LOCAL:

Centro de Ensino, Pesquisa & Criatividade interdisiplinar, sede de trabalho da Mucíná - Aquela que Dança, em Barão Geraldo/Campinas/SP (distrito UNICAMP) - acesso pelo aeroporto de Viracopos ou GRU, linhas de ônibus interestaduais e caronas regionais. Campinas está a 1h30min da capital paulista.

DATAS:

​A Formação Contato é um curso modular, orientado pedagogicamente pela modalidade de concentração e dispersão. A experiência nos mostra que são aproximadamente 3 anos de prática para que a corporeidade envolvida na forma dançada do CI feche um primeiro ciclo de aprendizagem. A Formação Contato está estruturada num currículo de 2 anos de estudos. 

PRIMEIRO ANO (BÁSICO) & SEGUNDO ANO

São 10 módulos presenciais (concentração) por ano, com períodos de dispersão que envolvem a realização de explorações inter módulos entregues por meio de um ambiente virtual de aprendizagem (AVA). Os módulos acontecem mensalmente, com alguma variação possível.

CARGA HORÁRIA POR MÓDULO - 21h

Sábado

De 10h às 22h

Agende sua chegada para antes das 10h e esteja com energia para muitas horas de movimento e estudos em boa companhia.

Domingo

De 10h às 19h

Agende sua partida para depois de 19h.

Entre módulos - compromissos

Entre cada módulo há explorações-tarefas teóricas e práticas entregues por meio do AVA (Ambiente Virtual de Aprendizagem) da turma. Cada estudante tem direito também a tutoria individual.

​​

CONTEÚDOS GERAIS DO ANO BÁSICO:

 

  • Conhecimento, prática e integração dos princípios do CI.

  • Condicionamento físico orientado para a prática.

  • Desenvolvimento de habilidades para a dança e para a Improvisação através de práticas que levam à Educação Somática.

  • Ferramentas para uma prática física segura.

  • Ferramentas para análise do movimento, observação das danças, apreciação, exploração de empatia cinestésica, Scores de improvisação.

  • Ferramentas para a forja da identidade cinética do dançarino.

  • Ferramentas para Improvisação Coletiva.

  • Ferramentas para o jogo de vertigem necessário à forma dançada.

  • Condicionamento físico e manejo energético para prática de longa duração.

CONTEÚDOS GERAIS SEGUNDO ANO:

  • O segundo ano representa a segunda volta pela espiral pedagógica (Metodologia Marília Carneiro)

  • Espera-se que os participantes comecem a vislumbrar aplicações nos âmbitos artístico (performático), educativo, terapêutico e social, concluindo a integração do método com seu contexto local.

​​

Conteúdos específicos norteadores da pedagogia:

  • Estudo dirigido da obra Material for the spine, a movement study (Paxton, 2008), o estudo do movimento que é a obra máxima de Steve Paxton, o criador do CI, a partir dos estudos dirigidos realizados na extensão universitária da UNICAMP de 2013-2017.

  • Aspectos dos PODs (núcleos de interesses) da editora chefe da Contact Quarterly, a vehicle to move ideas, pioneira do Contact Improvisation,  Nancy Stark Smith, recolhidos em trabalho de campo etnográfico de pesquisa de doutorado, com destaque para o UnderScore, a subpartitura descrita e pesquisada desde 1991, difundida entre diversos grupos de dançarinos ao redor do mundo.

  • DanceAbility, método de Improvisação Coletiva de Dança, em desenvolvimento há mais de 30 anos pelo coreógrafo norte americano e professor Alito Alessi (2011). Temos a certificação no método DanceAbility International.

  • Método Bertazzo de Reeducação do Movimento, de Ivaldo Bertazzo, renomado educador brasileiro, reconhecido internacionalmente por seus trabalhos no âmbito do movimento humano.

  • Explorações em torno do Sistema Laban/Bartenieff de Análise do Movimento (especialização em curso pela Faculdade Angel Vianna/RJ e Centro Laban Rio com aval do LIMS de Nova Iorque).

Outros aspectos da pedagogia:

  • Aposta na aprendizagem intelectual integrada com o movimento dançado.

  • Aposta no desenvolvimento do senso de coletividade e expressão criativa.

  • Aposta na autonomia, interdependência, respeito mútuo, co-responsabilidade economia solidária e criativa com foco na sustentabilidade.

  • Aposta no tempo lento e continuado como necessário ao corpo e para o aprendizado integrado criativo.​

CERTIFICAÇÃO:

A FORMAÇÃO certificará a participação em termos de carga horária e apresentação de trabalho final.

Não é uma certificação de professores, pois, por opção de Steve Paxton e outros pioneiros, não existe no mundo conteúdos registrados que certifiquem o trabalho de professores de CI, cabendo a cada pessoa, desdobrar seus próprios materiais pedagógicos. Seguramente a FORMAÇÃO CONTATO trará subsídios para a prática de ensino dos participantes.

​​

* O certificado de participação será emitido aos que tiverem no mínimo 90% de presença, realizarem as tarefas propostas e apresentarem os trabalhos anuais de fechamento do ciclo de estudos.

PEDIDO DE MATRÍCULA:

Nós nos reservamos o direito de admissão.

Os pedidos de matrículas são recebidos exclusivamente pelo formulário indicado abaixo.

MATRÍCULA:

Para efetivar é preciso:

  • Ter seu pedido de participação admitido

  • Fotocópia de documento de identificação civil (.jpg, .png, .pdf, .jpeg)

  • Atestado médico de liberação para prática de atividades físicas (pode ser entregue no primeiro dia de aula)

  • Pagamento da primeira parcela (taxa de matrícula) e adesão ao plano de pagamento recorrente das próximas parcelas (duas parcelas obrigatoriamente deverão estar quitadas antes do início das aulas)

COORDENADORA PEDAGÓGICA e PROFESSORA TITULAR:

Foto de Mariangela Andrade no Global UnderScore 2019 na Mucíná - Aquela que Dança.

Profa. Dra. MARÍLIA CARNEIRO​

Ativa no meio profissional da Dança Contemporânea desde 2002, curiosa por métodos, tornou-se metodologista, em especial de pesquisa e criação nas artes. Especializou-se em Ensino da Improvisação de Dança a partir de Contact Improvisation (Steve Paxton). É bacharel em Dança pela Faculdade Angel Vianna (RJ), mestre em Ciências da Saúde pela Fiocruz (Amazônia/RJ), especialista em Saúde Coletiva (Medicina UNICAMP) e doutora em Educação, Conhecimento, Linguagem e Arte pela FE/Unicamp, onde desenvolveu pedagogia especializada para o ensino do Contact, no âmbito da extensão universitária. Experiente professora, coreógrafa e dançarina, estudou pessoalmente com renomados professores da primeira geração norte americana do Contato Improvisação, bem como de outras importantes técnicas de movimento: Alito Alessi (método DanceAbility), Nancy Stark Smith (editora da Contact Quarterly), Frey Faust, Daniel Lepkof, Andrew Hardwood, Mike Vargas, Denise Namura, Michael Bugdahn, Horácio Macuácua, entre outros. No Brasil é da segunda geração de dançarinos, original da ala carioca. Tem experiências no Brasil, França, Portugal, Alemanha, Canadá, Estados Unidos, Moçambique e África do Sul. É a idealizadora da Plataforma Interdisciplinar de Ensino e Pesquisa em Prática Artística MUCíNá - Aquela que Dança e editora chefe do Chão de Dança na rede de blogs de divulgação científica da UNICAMP (www.blogs.unicamp.br/chao). CV Lattes:  http://lattes.cnpq.br/7775449871824494

REALIZAÇÃO:

Quer receber por e-mail sobre a TURMA 4?